Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

Dom | 24.02.13

Corri com o Dean Karnazes

José Guimarães
  Para quem não conhece, o Dean Karnazes é um ultra maratonista norte-americano que correu 50 maratonas em 50 dias, em 50 estados dos EUA, escreveu livros sobre corrida e, entre vários outros feitos notáveis, já atravessou o continente americano de um lado ao outro, da Califórnia (onde vive) a Nova Iorque... claro, a correr. É considerado uma das 100 pessoas mais influentes do mundo, não só pelas suas conquistas enquanto atleta, mas por todos os seus negócios de sucesso. Hoje de manhã tive o prazer de o conhecer, de conversar com ele e de correr ao seu lado na magnífica Serra de Sintra, agora ainda mais especial - “Hey, já corri aqui com o Dean Karnazes!” E foi importante perceber que até o “super homem” tem um lado humano muito terra-a-terra e bem próximo do mais comum dos mortais. Sábado, 08h00 em ponto, 7 graus em Sintra! O vento que se fazia sentir em frente à Funbike (a nova loja de bicicletas na Beloura, onde iria acontecer o evento) tornava a manhã ainda menos apetecível para um treino normal de corrida. Não fosse o facto que, de normal, este treino não iria ter nada. Abrigados na loja, depois de muita conversa com algumas caras conhecidas destas andanças e depois de alguma expectativa, entrava pela porta alguém com ares de atleta. Era o Dean. Embora pequeno e discreto (arrisco-me a dizer, até de aspeto bastante minimalista), transportava consigo uma aura subtil, mas daquelas muito próprias de uma estrela de cinema. Nunca soube bem como explicar essa sensação que a presença de alguém assim provoca. Alguém que, por alguma razão, consideramos especial, de outro "calibre"... não sei porquê. Afinal são pessoas como qualquer um de nós. Mas talvez por carregarem consigo tantos feitos e conquistas seja impossível não os colocar num certo pedestal. Feitas as apresentações e tiradas as primeiras e ainda tímidas fotografias, partimos para o treino. O percurso foi escolhido no fim de semana passado, entre os organizadores e os membros da ATRP envolvidos, com o objetivo de partilhar com o Dean algumas das zonas mais bonitas da nossa serra de Sintra. Infelizmente, o tempo contado na sua agenda não nos permitiu fazer o percurso planeado, mas deu com certeza para correr, transpirar um pouco e aproveitar bem a experiência. Afinal de contas, não é todos os dias que podemos correr e confraternizar com o autêntico "homem da ultramaratona". Como o objetivo era retirar algum sumo daquela experiência, todos puderam conversar sobre treinos, provas, equipamento, ultramaratonas e megamaratonas, dicas, etc. E houve algumas conversas interessantes, sem dúvida. Não esperava era que as conversas que eu ia ter com o Dean fossem sobre tudo, exceto sobre corridas. Falámos de Sintra, de Portugal e das praias. Falámos da paixão comum pelo surf (como californiano que é, tem lógica) e da ligação com a Natureza, da Nazaré e do Garrett, dos melhores spots, da crise na Europa, das diferenças entre Portugal e Espanha (afinal nem todos os americanos confundem estes dois países) e - claro - do De Sedentário a Maratonista e como foram estes dois últimos anos da minha vida... em passo de corrida. E em passo de corrida gostei de ouvir que o intuito do seu último livro "RUN! - CORRE!", agora em lançamento no nosso país, é sobretudo o de inspirar e procurar motivar as pessoas a serem saudáveis através da prática de exercício físico. Gostei de perceber que, por tudo aquilo que já cresci com a corrida, estou afinal (estamos todos, eu e vocês) na sintonia certa.
«Muitas vezes pensamos que as pessoas que alcançam grandes feitos nunca falham, que o sucesso lhes é natural. É um erro, claro!»
dean karnazes jose guimaraes portugalGostei de perceber que, tal como qualquer um de nós, também esta lenda viva que arrecada feitos tem os seus defeitos e enfrenta as suas dificuldades. Como ele diz no seu livro, «muitas vezes pensamos que as pessoas que alcançam grandes feitos nunca falham, que o sucesso lhes é natural. É um erro, claro!" Identifiquei-me também com o título do primeiro capítulo do livro: "Quando tudo começa a falhar, é bom começar a correr!"... fez-me viajar atrás no tempo. Hoje fiquei um pouquinho mais rico e mais humilde. Saí desta manhã também mais preparado para enfrentar os desafios que sei que vou ter pela frente, sejam a correr ou não. Fiquei ainda mais consciente que aquilo que faço, faço-o com gosto. E que de outra forma não vale a pena. "Life's too short" - he said. Vou-me esforçar por relembrar mais vezes esta máxima tão simples. E espero que vocês também.   Vejam aqui algumas fotos do treino, ou acompanhem também no Facebook.

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.