Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

Qui | 13.12.18

5 dicas para fazer exercício... quando não se tem vontade nenhuma

José Guimarães

exercicio_atleta_preguicoso_desedentarioamaratonis

Foto: Test Tube

 

Desculpa nrº 1: "Não tenho tempo"

Argumento: Temos sempre tempo. O truque é ter motivação e intenção de o usar da forma certa.

Uma semana tem 168 horas. Dessas, passamos (ou deveríamos passar) cerca de 56 horas a dormir e 40 a trabalhar, o que nos deixa com 72 horas disponíveis. Tirando outros afazeres, trânsito e tal, não conseguimos 3 ou 4 horas por semana para treinar? Isto para não falar do fim de semana. Se realmente queremos praticar exercício, temos que o colocar como prioridade na nossa lista de afazeres. É tratar o exercício na agenda como tratamos uma reunião de trabalho. Por exemplo, se começarem a 2ª feira com uma sessão de treino, provavelmente até vão evitar aquele sentimento depressivo dos domingos à tarde, como quem diz "oh não, lá vem a semana novamente".

 

Desculpa nrº 2: "Já vou... mais daqui a um bocado"

Argumento: Visualizem-se no futuro.

No que toca a tentações, o Ser Humano está sempre em luta entre o presente e o futuro. O nosso "Eu" futuro sabe que o exercício é o melhor para nós a médio/longo prazo, mas o "Eu" presente está... presente. Está no comando. É o que nos prende ao sofá, ou nos faz comer aquela sobremesa mais gulosa cheia de açúcar. Como o "Eu" futuro não está presente, o "Eu" presente dá-lhe cabo dos planos. Para lhe fazer frente, visualizem-se no futuro. Imaginem-se daqui a 10, 20 ou 30 anos, numa versão vossa que não faz exercício. Conseguem imaginar-se a gastar dinheiro em contas no médico ou na farmácia? A não conseguir acompanhar os vossos filhos e netos num passeio? Agora visualizem-se na versão que faz exercício físico regularmente. É melhor, não é?

 

Desculpa nº3: "Prefiro ver uma série no Netflix do que ir treinar"

Argumento: Porque não fazer as duas coisas em simultâneo?

Se precisam dessa motivação adicional, estabeleçam uma regra e permitam-se a ver uma série, ou ouvir um audiobook, enquanto praticam exercício. É tão fácil com um smartphone em frente a uma passadeira ou uma bicicleta estática. Se isso não funcionar, então depois, para descansar do treino.

 

Desculpa nrº 4: "Estou em baixo de forma e não me apetece ir para um ginásio cheio de gente a olhar para mim"

Argumento: As pessoas vão sempre julgar pessoas, mas vocês não precisam de ser uma delas.

Infelizmente vivemos numa sociedade cheia de preconceitos, onde uma pessoa com excesso de peso ou obesa é vista como uma pessoa preguiçosa, pouco saudável, ou moralmente suspeita. E tendemos a ver a magreza como algo universalmente bom. Devemos perceber quando e onde vemos (e temos) estas atitudes a evitar em nós, ou a alertar nos outros. Queremos mesmo viver numa sociedade onde as pessoas são excluídas se não cumprirem certos tipos de requisitos arbitrários de aceitação? Mais do que ver o exercício como uma forma de nos punirmos por não sermos "perfeitos", devemos sim vê-lo como uma forma de cuidar da nossa saúde. 

 

Desculpa nrº 5: "Quando penso em fazer exercício, só penso em sacrifício e tendo sempre encontrar outra alternativa mais fácil"

Argumento: Visualizem-se num cenário diferente.

É muito frequente vermos os atletas de elite a fazer algumas caretas antes de uma competição. Isto não significa que estejam preocupados com a prova que vão fazer (apesar de parecer que sim). Estão muito provavelmente a visualizar o que aí vem. A imagética é um ensaio mental que serve para visualizar a performance que se deseja fazer. Mesmo que não estejam numa prova importante nem sejam atletas de elite, podem e devem usar o mesmo truque. Mesmo no ginásio, antes de fazerem um movimento (um agachamento, ou um deadlift) fechem os olhos e vejam-se a fazer esse movimento. Por exemplo, se vão correr num determinado percurso, por onde vão andar? Que obstáculos vão encontrar? De seguida, respirem fundo, abram os olhos e... e aí basta começar!

 

Fonte: TED

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.